Portal Futebol Clube

Atibaia

DEDO DO TREINADOR! | 08/09/2016 às 16:25:22

“Ousadia e variação tática determinaram vitória sobre o São José”, avalia treinador do Atibaia

Precisando vencer no Paulista Sub-20, Charles Rocha terminou a partida com quatro atacantes e conquistou os três pontos

Charles Rocha variou o esquema tático e venceu a partida (foto: Fabio Giannelli / Soccer Digital)

Ousadia e variação tática. Para o técnico Charles Rocha, da equipe sub-20 do Sport Club Atibaia, esses foram os ingredientes que levaram o Falcãozinho à vitória por 3x2 de virada sobre o São José FC na tarde deste sábado, no estádio Salvador Russani, pela 17º rodada do Campeonato Paulista.

Dentro de campo, o duelo foi uma verdadeira aula tática. Contando com alguns coringas e ampla capacidade para armar a equipe, o treinador atibaiense precisou usar a criatividade para conquistar os três pontos.  

Tudo começou quando o lateral-esquerdo Alyson deixou o gramado machucado no início da etapa complementar. O jogo estava empatado em 1x1.

Único canhoto em campo, o meia Matheus Rodrigues (Cabeça), que substituiu Renan, foi deslocado para o setor. Rocha então colocou Giovani para reforçar a marcação no meio-campo. Três minutos depois, os visitantes viraram o jogo com Cauan. 2x1.

“Quando perdi o Alyson, desloquei o Matheus Rodrigues (Cabeça) para o setor. É um jogador voluntarioso, supriu bem e tem bom entendimento tático. Coloquei o Giovani para reforçar a marcação e também para ter um passe de qualidade na saída. Quando vi que o Juan estava fatigado, preferi tirá-lo para colocar o Matheus Gomes. Assim teríamos um volume numérico lá na frente. Recuei o Felipe para a zaga. São opções táticas que ajudam na busca por uma vitória”, explicou. 

VIRADA

Com quatro atacantes, o volante jogando de zagueiro e o meia atuando na lateral, o Atibaia foi pra cima e conseguiu a virada com gols de Luizinho, de falta e Samuca, que marcou seu terceiro em seis jogos com a camisa do Falcão.

“Você tem que estar preparado a todo o momento. Passei para eles na preleção, que esse jogo seria um desafio. E o que fazemos com os desafios? Superamos”, cravou.

“Tivemos um bom volume de jogo, boas ações. Claro que tivemos alguns erros de marcação nos contra-ataques principalmente, até pelas características da equipe de sempre buscar o gol, dando algum espaço”.

Após o apito final do árbitro, comissão técnica e jogadores comemoram a vitória. Charles Rocha explicou as variações táticas promovidas durante a partida.

“Optei por fazer algumas variações táticas e mexendo um pouco na estrutura da equipe, mas achei que surtiria efeito e deu certo. Ousei fazer isso pelo fato de confiar muito no potencial dos atletas para reverter uma situação que estávamos sofrendo. Deixo meus parabéns para eles pela luta e para seguirmos somando pontos para alcançar o G4”, falou Rocha. 







« voltar


NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver todas

publicidade

  • banner

Comissão de juristas apresenta texto para a atualização da Lei Geral do Desporto

Receba nossos boletins online

2016 - Todos os Direitos Reservados