Portal Futebol Clube

Figueirense

Sem férias! | 01/01/2016 às 21:08:00

Marquinhos segue treinando no Figueirense

Zagueiro segue os passos dos veteranos Zé Roberto, Juan, Magno Alves e Leonardo Silva

Leonardo Silva (Atlético-MG), Magno Alves (Fluminense), Juan (Flamengo) e Zé Roberto (Palmeiras). Esses são alguns exemplos de jogadores experientes e que atuaram em alto nível em gigantes do futebol brasileiro em 2015. Esses casos servem de inspiração para o zagueiro do Figueirense, Marquinhos.
 
Com 33 anos, o capitão alvinegro tem como objetivo prolongar sua carreira ao máximo. Mas, sabe que para que isso aconteça e possa continuar atuando em alto nível, é preciso abdicar de algumas coisas. Uma delas é relacionada ao período de férias. Após o Brasileirão, Marquinhos descansou apenas 10 dias, depois começou a realizar alguns exercícios e nas últimas duas semanas intensificou os treinamentos no CT do Figueirense.
 
Diariamente, o dono da camisa 3 do Figueirense comparece ao Centro de Treinamento do clube alvinegro para realizar trabalhos físicos e de prevenção com os fisioterapeutas das categorias de base do Furacão.

``Tenho a consciência que preciso me cuidar e esses treinamentos que faço nas férias são importantes para começar bem na pré-temporada e evitar lesões ao longo do ano que será bastante puxado em 2016. Hoje são vários exemplos de jogadores com 40 anos atuando em alto nível. Acho que tenho condições disso, mas para que chegue lá sei que preciso fazer algumas coisas, entre elas treinar nas férias´´, explicou Marquinhos, que tem 78 jogos pelo Furacão tendo conquistado 32 vitórias, 22 empates, 24 derrotas, marcando sete gols e dando cinco assistências.
 
Tendo contrato com o Figueirense até o final de 2016, Marquinhos inicia mais uma temporada sendo referência do time, principalmente para os mais jovens. Fundamental no bicampeonato catarinense e na permanência do alvinegro na elite do futebol brasileiro nos últimos anos, o zagueiro almeja vôos maiores na próxima temporada.

``O objetivo inicial é ser tricampeão catarinense, será especial erguer o troféu como capitão da equipe. Em 2015 fomos bem na Copa do Brasil e acredito que podemos ir adiante no próximo ano e no Brasileirão temos que ser mais agressivos. Acho que o Figueirense não pode entrar apenas para não cair. Temos condições de buscar melhores posições na tabela de classificação´´, concluiu.
 
 
 
 
Fonte: AV







« voltar


NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver todas

publicidade

Comissão de juristas apresenta texto para a atualização da Lei Geral do Desporto

Receba nossos boletins online

2016 - Todos os Direitos Reservados