Portal Futebol Clube

Atibaia

SUB20 | 08/09/2016 às 16:50:11

Coringa do Atibaia, Matheus Rodrigues comprova eficiência do jogador multifuncional

Meia de origem, camisa 10 terminou a partida contra o São José na lateral-esquerda. E já atuou como volante e atacante

Matheus Rodrigues é um dos coringas do Atibaia na temporada (foto: Fabio Giannelli/Soccer Digital)

O jogador que todo treinador sonha em trabalhar é aquele que consegue desempenhar múltiplas funções dentro de campo. É unânime. São atletas que têm a prerrogativa de variar o esquema tático da equipe com um simples comando.

É o caso do meio-campista Matheus Rodrigues, 19 anos, natural de Bragança Paulista e considerado um dos coringas do técnico Charles Rocha na temporada.

Na vitória por 3x2 sobre o São José FC no Salvador Russani, o camisa 10 substituiu Renan como homem avançado de meio-campo, mas terminou a partida na lateral-esquerda.

“Essa variação tática de sair da meia e jogar na lateral foi em função da lesão do Alyson. Logo que ele saiu do jogo já fui pra lateral esquerda. Como sou o único canhoto do time que estava em campo, durante a semana treinamos isso se por um acaso na ausência de algum jogador eu entraria na posição. É uma visão que o Charles tem me testado em outras posições. Onde ele escolher farei o melhor”, explicou o jogador.

“Em outros clubes que atuei já tive essa função de fazer inúmeras posições. Não tem tempo ruim, do que o treinador me colocar vou tentar dar o meu melhor. Geralmente joguei de meia na minha posição de origem e também de volante, lateral esquerdo e atacante pelas pontas”, listou.

Nesta quarta-feira, “Cabeça” como é carinhosamente chamado pelos companheiros, quase faz um golaço. Driblou a zaga inteira do Tigre do Vale, mas parou nas mãos do goleiro Rafael.

“Saímos na frente, tivemos a chance de matar o jogo, até mesmo com uma jogada que fiz e acabei perdendo o gol. Seria muito importante ter marcado, pois não teríamos sofrido o quanto sofremos. Nossa proposta de jogo era colocar a bola no chão e com isso criar as chances de gol, e o time do São José veio com o intuito de complicar as coisas pra gente, eles não colocaram a bola no chão e apostaram no chutão. Acabou que dando certo”, avaliou.

Precisando da vitória, Charles Rocha colocou o time pra frente e terminou a partida com quatro atacantes em campo. Ronaldo, Samuca, Luizinho e Matheus Gomes.

“Essa foi uma escolha do Charles. Precisávamos de qualquer jeito do resultado em casa e não podíamos perder de jeito nenhum. Tínhamos que colocar o time pra frente e ele optou por colocar mais um atacante e conseguimos o resultado esperado por todos que era a vitória. Seguimos vivos no campeonato”, finalizou o polivalente camisa 10. 







« voltar


NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver todas

publicidade

  • banner

Comissão de juristas apresenta texto para a atualização da Lei Geral do Desporto

Receba nossos boletins online

2016 - Todos os Direitos Reservados