Portal Futebol Clube

Náutico

MERCADO DA BOLA | 22/05/2016 às 19:07:22

Campeão Paulista no Santos, Muralha do Noroeste busca novo clube após a disputa da A3

Roni Turola, 29, que já conquistou acessos no Red Bull e Atibaia, levantou também o título do interior pelo Penapolense

Roni Turola busca novo clube para o restante da temporada (foto: Bruno Freitas/Noroeste)

Um dos destaques do Noroeste na Série A3 do Campeonato Paulista deste ano, o goleiro Roni Turola (ex-Santos e Red Bull) ganhou o apelido de Muralha de Bofete durante a disputa da competição, após ter operado verdadeiros milagres que garantiram pontos importantes para a permanência do time de Bauru na terceira divisão.

Aclamado pela mídia local, o arqueiro deixou o a pequena cidade de Bofete com apenas 13 anos para jogar no Santos FC, onde permaneceu durante nove temporadas. Foi Campeão Paulista de 2007 no time comandado por Vanderlei Luxemburgo e atuou ao lado de nomes como Fabio Costa, Zé Roberto, Cleber Santana e Maldonado.

Dois anos depois, em 2009, deixou a Vila Belmiro para atuar no Red Bull, onde conquistou o acesso à Série A3 e sagrou-se campeão da mesma competição no ano seguinte. Ainda vestiu as camisas de Velo Clube (2012) e Penapolense (2013 e 2014), onde foi campeão do interior pelo time de Penápolis. Em 2015, foi o goleiro titular do acesso do Atibaia à Série A2.  

Com três acessos e três títulos importantes na bagagem, Roni treina forte e aguarda nova oportunidade para voltar o mais rápido possível aos gramados. Sem nenhuma contusão séria na carreira, o camisa 1 chega os 29 anos no auge de sua forma física e técnica, e se mostra confiante para o restante da temporada.

CLIQUE E OUÇA


Roni, fale um pouco sobre sua carreira, onde começou e sua trajetória no futebol.
Eu comecei no Santos, com 13 anos. Joguei lá até os 22 anos. Joguei um ano na equipe profissional, onde fui campeão paulista em 2007. Em 2009 sai do Santos e fui para o Red Bull Brasil, onde fiquei por um ano e meio. Conseguimos o acesso para a série A3 e o título da série A3 em 2010 também. Depois fui para o Velo Clube, fiquei um ano e em seguida fui para o Penapolense, onde joguei em 2013 e 2014 e fomos campeões do interior. Em 2015, fui para o Atibaia, onde conquistamos o acesso, que na verdade conquistamos dentro de campo, mas fora perdemos a vaga. Agora joguei os 19 jogos no Noroeste.

E ao longo dos anos, chegou a ter alguma lesão grave?
Lesão grave, de ligamento cruzado, de ficar seis meses fora dos treinamentos, nunca. Eu tive uma artroscopia no joelho quando tava no Velo Clube, fiquei um mês fora, que era uma operação de menisco simples e só. Contusão séria, grave, de ficar mais de um mês, eu nunca tive graças a Deus. O máximo foi de um mês, como no Atibaia aconteceu também, de ficar 15 dias parado, foi isso mesmo.
 
Quais são suas principais características como atleta profissional de futebol?
Eu me considero um goleiro rápido, tenho uma boa agilidade, uma boa técnica também, pela base do Santos que passei 9 anos, mas acima de tudo, sou dedicado e um excelente profissional. Fiquei nove anos no Santos sem ter nenhum empresário extra campo me ajudando, sempre me dedicando aos treinos, sendo profissional ao máximo, assim que eu conseguia, eu acho que essas são as principais características minha.

Você integrou o elenco campeão do Santos de 2007. Com quem você trabalhou na época? Quem eram os destaques do time?
No elenco de 2007 trabalhei muito com o Fábio Costa, com Roger e com o Filipe, os goleiros, aprendi muito com eles, foi uma experiência muito boa. Com os jogadores de linha, o Zé Roberto, que está no Palmeiras, Kleber, lateral que foi do Corinthians, Cleber Santana, que está no Chapecoense, Antonio Carlos, zagueiro que jogou no Corinthians e no Palmeiras, os destaques foram esses mesmos. Tinha o Maldonado, volante, na época também estava. Dos destaques assim, que eu me lembro, são esses. Kleber Pereira, atacante, são esses nomes que eu trabalhei nesta época no Santos em 2007.  

E quanto aos treinadores, dos que você trabalhou, tem algum que você destacaria?
O primeiro treinador no profissional que eu trabalhei foi o Vanderlei Luxemburgo, no Santos. Fomos campeões no Paulistão de 2007. Depois, no Red Bull Brasil, trabalhei com Márcio Fernandes, que eu já tinha trabalhado na base do Santos. No Velo Clube trabalhei com o João Vallim. No Penapolense, com o Edison Só, depois com o Pintado. No segundo ano, foi o Luciano Dias e o Narciso. No ano passado, trabalhei com o Luiz Muller e este ano com o Diego Kamimura e Vitor Hugo.

Para finalizar, você é da cidade de Bofete. Como é representar a sua cidade no futebol? E qual conselho você pode dar aos meninos que se espelham em você e querem se tornar jogadores de futebol?
Bofete é uma cidade que sempre me apoiou. Desde o começo, quando cheguei ao Santos com 13 anos, sempre me acompanham, tenho muitos amigos aqui, por ser uma cidade pequena, com pouco mais de 10 mil habitantes. Sou o único profissional que joga futebol na cidade, o pessoal tem o maior carinho por mim aqui e eu também tenho um carinho enorme pela cidade. Onde vou, procuro levar o nome de Bofete. E agora, recentemente, no Noroeste, fiquei muito feliz. O pessoal da rádio Bauru me apelidou de “A Muralha de Bofete”. Temos a rádio de Bofete, do meu amigo Braga, que retransmite para toda cidade os jogos, então fiquei muito contente por levar o nome da cidade assim nas partidas. Aqui o pessoal é muito acolhedor, uma cidade muito tranquila. Sobre os meninos que estão querendo ser jogador profissional ou goleiro, é sempre difícil, mas se for determinado, sempre querer evoluir a cada dia, determinação, disciplina principalmente, consegue chegar nos objetivos, realizar os sonhos. Como eu, que sai de uma cidade pequena e consegui chegar no Santos, permaneci nove anos, aqui tem muitos meninos bons de bola e que podem também chegar. Basta acreditar e sempre lutar.
 
FICHA TÉCNICA
NOME: RONI TUROLA
DATA DE NASCMENTO: 07/07/1987 - BOFETE/SP
POSIÇÃO: GOLEIRO}
ALTURA - 1,88m

CLUBES
2016 - NOROESTE
2015 - ATIBAIA
2013 / 2014 – PENAPOLENSE
2011 / 2012 – VELO CLUBE
2010 / 2011 – RED BULL BRASIL
2000 a 2009 – SANTOS FC







« voltar


NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver todas

publicidade

  • banner

Comissão de juristas apresenta texto para a atualização da Lei Geral do Desporto

Receba nossos boletins online

2016 - Todos os Direitos Reservados