Portal Futebol Clube

São Paulo FC

RETORNO! | 30/09/2016 às 15:39:22

Após seis meses, Wellington volta a ser relacionado por Ricardo Gomes

Criado no Tricolor, volante quer fortalecer a equipe neste momento decisivo do Campeonato Brasileiro

foto: Érico Leonan

Relacionado pela primeira vez após ser submetido, em abril, a uma cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado do joelho direito, o volante Wellington poderá matar as saudades do manto tricolor. Sem restrições após cumprir todas as etapas no seu processo de recuperação, o meio-campista foi chamado pelo técnico Ricardo Gomes para reforçar a equipe no duelo com o Flamengo, que será disputado neste final de semana, no Morumbi, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Como um verdadeiro são-paulino, o jogador promete ser um representante da torcida em campo nesta nova etapa de sua carreira. Ajudar os companheiros na luta para fazer o São Paulo reagir na temporada, aliás, é a grande meta deste atleta que conhece tão bem o clube e foi criado no Morumbi. “É difícil até de explicar esta minha relação com o clube, porque muitas vezes não consigo separar o lado torcedor do profissional. E, como todo são-paulino, não estou satisfeito com a campanha do time no Brasileiro. Meus companheiros também não estão. Por isso, vou batalhar bastante para tentar ajudar a equipe neste meu retorno”, afirmou o defensor, que completou.

“Meu ciclo de amizades é, em sua maioria, de são-paulinos. Então é difícil separar este meu lado torcedor. Mas a expectativa pela reação é grande. Sou um torcedor dentro de campo e procuro jogar como a torcida gostaria de ver o seu ídolo correndo, marcando e se dedicando pelo clube. Por isso, me entrego bastante nos jogos e faço de tudo para que o São Paulo saia vitorioso nos jogos”, acrescentou Wellington, que estava um longo período longe do Tricolor.

Emprestado ao Internacional em 2014, o volante voltou ao São Paulo em janeiro deste ano e estava cumprindo suspensão por doping quando sofreu a lesão ligamentar no joelho. Seu último jogo foi 24 de outubro de 2015, na vitória dos gaúchos por 1 a 0 sobre o Joinville, no Estádio Beira-Rio, pelo Brasileiro. Pelo São Paulo, seu último confronto foi no dia 9 de abril de 2014, na vitória por 3 a 0 sobre o CSA-AL, no Morumbi, pela Copa do Brasil. Ao todo, são 169 jogos e dois gols pelo time são-paulino. 

Antes de retomar a sua trajetória no clube, o meio-campista recordou a sua chegada ao Tricolor ainda garoto. “Assim que cheguei ao São Paulo, com 14 anos de idade, treinava no Morumbi. O CFA ainda não estava pronto. Treinava no CT de Guarapiranga também, e desde cedo já sabia que o meu desejo era vestir esta camisa de corpo e alma. Meu sonho sempre foi defender o clube e chegar ao profissional. Vi muitos títulos do São Paulo quando era criança, como o Mundial de 2005, e comemorei bastante. Então, tinha a meta de conquistar títulos pelo São Paulo”, recordou o jogador, que realizou este sonho em 2012.

“Fiz parte das conquistas do Campeonato Brasileiro e da Sul-Americana. Ver o Morumbi lotado foi algo mágico, porque desde criança frequento o estádio. Sempre sonhei com a oportunidade de poder fazer parte disso, e dentro de campo isso ficou ainda mais gostoso. Felizmente tenho muitos momentos marcantes pelo clube, mas o título da Sul-Americana foi único. Não era um grupo de jogadores, era uma verdadeira família. Todos se davam bem, e é difícil isso acontecer. Até hoje tenho saudades do pessoal, mas sempre mantemos contato. Foi marcante”, revelou.

Agora, liberado pelo Departamento Médico e à disposição do técnico Ricardo Gomes, Wellington quer retomar a sua trajetória pelo Tricolor com gana. “Passei por momentos complicados, mesmo antes de me tornar atleta, mas sempre corri atrás dos meus sonhos. Encarei os problemas de frente, e por isso não fico me lamentando. Foi assim que venci e passei pelas dificuldades. Claro que em alguns momentos eu fiquei chateado, mas nada como um dia após o outro. Estou focado e sei que posso ir muito além do que as pessoas acreditam. Estou louco para jogar novamente e defender o São Paulo, porque quero ajudar a equipe neste momento decisivo. Vamos sair desta situação juntos”, finalizou.

Confira a lista com os atletas relacionados:

Goleiros: Denis e Renan Ribeiro
Laterais: Bruno, Buffarini, Carlinhos e Mena
Zagueiros: Lugano, Maicon, Rodrigo Caio e Douglas
Volantes: Hudson, Thiago Mendes, João Schmidt, Wesley e Wellington
Meias: Cueva, Michel Bastos e Jean Carlos
Atacantes: Chavez, Kelvin, Gilberto, Robson e Luiz Araújo







« voltar


NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver todas

publicidade

Comissão de juristas apresenta texto para a atualização da Lei Geral do Desporto

Receba nossos boletins online

2016 - Todos os Direitos Reservados